18/10/2018

Porque o Brasil pode ser o maior mercado de apostas do mundo?

Mercado nacional poderia render R$ 20 bilhões ao ano com impostos.

Não é nenhuma novidade que o brasileiro adora “fazer uma fézinha” e apostar, seja na loteria, em jogos de cartas ou em esportes. Talvez um dos motivos seja a grande desigualdade social do país - e o sonho de ganhar um grande prêmio a única opção para ascender socialmente.

O fato é que atualmente apenas os jogos de loteria e o poker são permitidos no país. A Loteria Federal, com destaque para a Mega Sena, gera alguns milhões por ano em impostos. O poker, considerado “um jogo da mente” no país (ou seja, não é considerado jogo de azar), é disputado em clubes dedicados ao jogo em todo o país, mas em menor escala.

Até 2002 os bingos eram legalizados no Brasil. Presentes em todo o país, empregavam milhares de pessoas. Infelizmente, pelo despreparo do governo em fiscalizar a atividade, e também pelo escândalo envolvendo Carlinhos Cachoeira, o jogo foi proibido.



legalização cassinos no brasil

Sites de apostas

No entanto, com o investimento de dezenas de sites estrangeiros de jogos online no país, além das casas de jogo clandestinas, não é mais possível coibir o jogo no país. Os sites de cassinos e apostas online estão hospedados no exterior, em países onde o jogo é legalizado, e não há qualquer lei brasileira que impeça o acesso a essas páginas.

Como o Brasil é um país atraente para esses operadores de jogos, devido sua paixão pelo esporte e pelas apostas, além de seu tamanho, o investimento estrangeiro está cada vez maior. Ele ocorre através de patrocínios a clubes de futebol, competições, e propagandas de TV.


Cassinos, bingos, bancas de apostas e jogo do bicho: clandestinidade

Ao mesmo tempo, há casas de jogo clandestino em absolutamente todos os estados do país. Não é raro aparecerem notícias informando que uma casa de jogo clandestina foi fechada. Esses locais empregam milhares de pessoas sem seguir qualquer regra trabalhista e muitas vezes colocam os jogadores em situações de perigo. Além disso, não há fiscalização que comprove a confiabilidade das máquinas de jogo e dos sorteios, e não são pagos impostos sobre os valores girados com o jogo.

Ou seja, tudo o que os donos das casas de jogo clandestinas querem é que não haja legalização. Assim, não é necessário pagar impostos, direitos trabalhistas e talvez até dê para passar a perna nos apostadores.


Projetos de legalização do jogo


Com base em tudo o que apresentamos, há uma corrente de políticos e institutos defendendo a legalização no jogo. A ideia é trazer investimentos de operadores de cassinos estrangeiros para o país, estimular o turismo interno e externo e arrecadar com impostos. A estimativa é de uma arrecadação anual de R$ 20 bilhões com cassinos e bingos legalizados, o equivalente ao que seria arrecadado com uma nova CPMF, por exemplo.

O que falta para o jogo ser legalizado no país?

 

Cassino online com bônus de até R$ 200.